Os meninos cansados de saber que a Carochinha ainda está à espera de arranjar novo namorado depois do João Ratão ter caído no caldeirão resolveram arranjar-lhe par.

 No dia dos namorados as meninas escolheram vestidos e fitas para se enfeitar. Eles como qualquer rato que se preze envergaram um laço e candidataram-se a arranjar noiva.

Desfilaram para se apreciarem mutuamente, pois os ratos tinham que decidir a que carochinha iam pedir namoro.

Sorteamos a ordem de apresentação das carochinhas e lá foram elas para a janela cantar tentando cativar um ratito. Depois de apreciarem a fila dos candidatos, de recusarem alguns lá escolheram os seus pares.

Seguiu-se o baile dos namorados. E como nesta história as noivas não fizeram como a carochinha dos livros que escolheu de mais e não acertou; foram à igreja, trocaram as alianças, tiraram a foto de grupo e seguiram para a boda onde houve troca de beijinhos apesar de algumas “vergonhas”

Afinal a tradição ainda é o que era.

E tal como nos contos de fadas viveram muito, muito felizes até ao fim do dia de S. Valentim.

 

 

publicado por pequeninosdodeu-la-deu às 09:25